Sobre a PBNL

Mandei uma carta ontem, a alguns políticos. Um email com praticamente o mesmo conteúdo para o gabinete do Deputado Gustavo Fruet, pois foi o político no qual depositei a confiança do meu voto, para o Exmo. Ministro das Comunicações José Artur Filardi Leite., e para o Exmo. Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva.

Neste email expresso as minhas preocupações e divagações sobre o que gira em torno da Banda Larga do Brasil hoje, e o que podemos esperar dela no futuro próximo, através do PNBL (Plano Nacional de Banda Larga).

Sei que este blog não é um blog político, muito menos pessoal. tem a intenção de compartilhar conhecimento profissional sobre redes wireless e software livre. Minha intenção através deste post não é destacar ninguém em especial, mas realmente atinar para o fato de que podemos e devemos cobrar nossos políticos sobre todas as questões. Não tenho nenhuma intenção em favorecer, ou efetuar propaganda política, até porque no Brasil infelizmente votamos em pessoas e não em idéias. E o governo também é feito por pessoas e não para as pessoas.

Abaixo está uma reprodução do email base que enviei aos mandatários da nossa amada República:

Exmo. _______________________________

Venho por meio desta externar a minha profunda preocupação com o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL). Vejo que muito tem se falado em reativação da Telebrás, que infelizmente ocorrerá, mas muito mais preocupação me trás a influência que o cartel das já poderosas Empresas de Telecomunicações pode ter sobre todo o processo.

Talvez o Senhor não conheça a realidade das pequenas cidades quanto a disponibilidade de banda larga a população. Na verdade os provedores com transmissão via-radio desempenham papel fundamental neste processo, pois muito antes da Brasil Telecom/OI e GVT chegarem com ADSL nas cidades com menos de 200.000 habitantes, já havia lá um pequeno provedor. Enfrentando lutas e dificuldades para arranjar financiamento, tendo dificuldades em operar. Pagando uma taxa de R$ 9.000,00 a Anatel, mesmo valor pago por qualquer grande operadora de Telecom, o que é um absurdo para provedores pequenos que possuem menos que 300 clientes.

Mas mesmo com as dificuldades técnicas, em relação a equipamentos contratos de link de internet, financeiras pela carga pesada de impostos e taxas pagas, e administrativas, pela regulamentação e fiscalização débil realizada pela Anatel, contra provedores piratas e etc, temos levado a “banda larga-estreita” a um contigente expressivo de pessoas.

E agora surge um plano que poderia facilitar o desempenho de um sem número de provedores, que poderia ajudá-los na estruturação do futuro tecnológico do país, novamente nós pequenos brasileiro, no tamanho e siginificado para o Estado em questões que não envolvam a reeleição de políticos, estamos ficando de fora.

Muito se fala sobre o custo da internet ser alto, e a qualidade baixa. Mas na média um empresa como a Oi vende 1MB de ADSL por 49,90, que não possue garantia de serviço nenhuma, nós pagamos até R$ 4.700,00 pelo 1MB. Dessa forma temos a “garantia” que a velocidade contratada chegará nas nossas empresas e termos um contrato que nos permite revender esse link. Como eu posso oferecer 1MB para um cliente por R$ 49,90 se pago por ele R$ 4.700,00? Como eu posso crescer em cidades pequenas se não é disponibilizado link para o meu crescimento? Como serão atendidas as zonas rurais e escolas distantes do centro que pela densidade populacional não é alvo das grandes Telecoms?

Quer ver realmente o desenvolvimento da internet acontecer, diminuam os impostos que pagamos sobre o link. Pressionem as grandes operadoras de Telecom a nos vender o link que para lees tem um custo irrisório a um valor mais justo. Fomentem a parceria entre os pequenos empresários e as grandes empresas de Telecom ao invés da competição. Permitam um modelo de cobrança e outorga de licença mais justo, escalável de acordo com o tamanho da empresa pelos burocrátas da Anatel.

Este é um desabafo de um pequeno e humilde brasilero, que mais uma vez tem visto seu direito a trabalhar para o crescimento da nação ser cerceado!

Sem mais, Luciano Santos

Segue abaixo a reprodução da resposta do Deputado Gustavo Fruet:

Prezado Luciano:
Obrigado pela mensagem e confiança. E você tem razão no mérito. O desafio agora é acertar o caminho, evitando o cartel ou monópolio ou oligopólio ou disputa de poder em empresa pública.
Muito obrigado,
Gustavo Fruet
Deputado Federal

Apresento aqui portanto as respostas de quem me mandá-las. Fiquei grato e contente em saber que o gabinete do político no qual votei realmente tem trabalhado, e faço questão de acompanhar o desempenho e os votos dele. Apesar do sistema de acompanhamento da Câmara ser complexo, é bom saber no que e em como nosso políticos estão votando. E é bom exercer nossa cidadania, pois não somos nós que estamos nas mãos dos políticos, mas é exatamente o oposto! Eles que dependem de nós para estar lá.

Peço a todos que tenham discernimento sobre este assunto e que possamos estar discutindo realmente este assunto, que como diz o nosso presidente, é item de necessidade básica.

E existe uma campanha para exercer a cidadania chamado “Rir para não chorar!” Visitem, divulgem, e espalhem! Aguardo comentários. Sigam meu twitter @lucianosds.

P.S.: Para quem não tem ideia do que é o PNBL, viste estes link:

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s