NetSetMan

Quem tem notebook e se conecta a diversas redes em lugares diferentes tem sempre uma certa dificuldade quando existem configurações personalizadas a serem aplicadas. Eu, particularmente, tenho esse problema, pois uso meus computadores em pelo menos três redes distintas.

O programa NetSetMan foi criado para facilitar essa tarefa. Vou explorar a versão grátis, mas não poderei deixar de lado alguns aspectos relevantes da versão paga.

NetSetMan

Foto: Reprodução

NetSetMan foi criado para facilitar a vida de quem tem notebook e se conecta a diversas redes em lugares diferentes.

O programa tem os menus em português, o que facilita bastante. A versão gratuita – ilustrada acima – permite alterar detalhes de rede, como IP, DNS, nome do PC na rede, grupo de trabalho, impressora padrão na rede, etc.

As configurações ficam organizadas por abas, que podem ser nomeadas mediante duplo clique com o mouse sobre elas. A imagem mostra configuração para cinco redes e ainda existe uma sexta aba que não está sendo usada. Clicando em cada uma das abas, podemos ver um primeiro campo onde selecionamos o dispositivo de rede – esta configuração é útil para determinar por qual meio físico sua conexão será feita. Por exemplo: no escritório a rede é por cabo ethernet e, na sua casa, é via Wi-Fi. Sendo assim, nesse campo você pode selecionar a placa de rede e configurá-la com os dados do escritório. Quando for configurar a aba para conexão em casa, pode selecionar o dispositivo Wi-Fi.

As configurações de IP seguem um padrão visual semelhante ao do menu de rede do Windows, facilitando o entendimento. Caso a rede atribua IP automaticamente, basta selecionar o campo “obter um endereço IP automaticamente”.

Quando quiser usar uma das configurações, basta abrir o programa, selecionar a aba com a configuração desejada e clicar no botão Ativar. Pronto, tudo estará ajustado.

Uma limitação da versão gratuita é a ausência da configuração automática de servidores Proxy, amplamente usado em empresas e ambientes acadêmicos. Porém, essa funcionalidade existe na versão paga do programa, tornando-o completo. O custo da versão paga é de 12 euros. Veja aqui mais detalhes da versão paga.

Ele pode ser baixado via página do desenvolvedor, ou aqui.

fonte: G1 > Tecnologia – NetSetMan.

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s